Navegue Por Aqui

Elétricas aumentam apoio a iniciativas de combate à Covid

Data: 29/4/2020

A EDP Brasil anunciou que irá dobrar o aporte disponível no edital que apoia projetos de enfrentamento à pandemia da Covid-19 em comunidades de baixo poder aquisitivo e indígenas, passando de R$ 1 milhão para R$ 2,1 milhões. Em pouco mais de dez dias, a companhia computou mais de 600 projetos de todos os estados brasileiros, superando a expectativa inicial.

Na primeira rodada, o EDP Solidária – Covid-19 selecionou 24 projetos voltados à doação de alimentos, produtos de higiene e limpeza e outras necessidades básicas, que serão adquiridos por meio de um cartão alimentação destinado aos beneficiários finais, além da aquisição de cestas básicas para comunidades indígenas. As doações, repassadas por meio do Instituto EDP, vão beneficiar diretamente cerca de 20 mil pessoas de todas regiões do país (ES, MT, SP, RS, CE, AP, TO e MA) durante de três meses, totalizando R$ 1,5 milhão para a oferta destes recursos essenciais.

O processo seletivo contou com a participação de um comitê externo, formado por Carlo Pereira, diretor-executivo do Pacto Global no Brasil, e Regina Esteves, diretora-presidente da organização social Comunitas e foi auditado pela Ernest & Young. Nos próximos dias, serão anunciados os projetos vencedores nas demais categorias do edital.

“Demos prioridade ao anúncio dos projetos selecionados que precisam ser atendidos com maior urgência – aqueles que envolvem doações de alimentos e produtos de higiene e limpeza. Em seguida, anunciaremos os vencedores em outras áreas”, explica Luís Carlos Gouveia, diretor do Instituto EDP.

Siemens Gamesa anuncia ajuda na Bahia e Rio Grande do Norte

Por sua vez, a fabricante de turbinas eólicas Siemens Gamesa anunciou mais iniciativas sociais para mitigar os impactos da disseminação do coronavírus, concentrando esforços na região Nordeste do país, onde os recursos somarão R$ 412,5 mil.

As principais ações serão na Bahia, onde está a planta manufatureira da empresa, no Polo Petroquímico de Camaçari, onde uma parceria com a Federação das Indústrias da Bahia (FIEB) possibilitará a doação de um respirador no valor de R$ 165 mil à Secretaria de Estado da Saúde. Também serão entregues equipamentos de proteção individual aos profissionais de saúde, no montante de R$ 103 mil.

Com o envolvimento dos funcionários, a fabricante contribuirá com a destinação de R$ 41,5 mil para o Senai-Cimatec, centro de treinamento do Senai Bahia em duas frentes: doação de suprimentos para a manutenção respiradores e incentivo para que seus técnicos sejam voluntários no reparo desses equipamentos nas oficinas da entidade.

Já no Rio Grande do Norte, estado onde ficam parques eólicos nos quais a empresa é responsável por operação e manutenção, serão doadas cestas básicas, totalizando R$ 41,5 mil, com prioridade para comunidades rurais das cidades de Mossoró e Areia Branca.

Doação de equipamentos aos profissionais da saúde é frente importante no combate à Covid (Foto: EDP)

CTG Brasil adere ao “Não Demita”

Já a CTG Brasil afirmou o movimento Não Demita como um compromisso conjunto de empresas na manutenção do emprego de seus colaboradores como forma de reduzir os impactos econômicos causados pela crise. “Um valor importante da CTG Brasil é a colaboração com o desenvolvimento do Brasil e o manifesto está totalmente alinhado ao nosso compromisso com o país”, afirma José Renato Domingues, vice-presidente corporativo da empresa.

Rodrigues também disse que a geradora, que conta atualmente com cerca de 900 funcionários atuando em diferentes escritórios e usinas, tem sugerido que aos seus parceiros, clientes e fornecedores que se unam à iniciativa de manutenção de empregos, de modo a beneficiar a economia brasileira e o ecossistema de energia.

Neoenergia e Cosern patrocinam palestras e lives

O Instituto Neoenergia e a potiguar Cosern têm apoiado iniciativas voltadas a economia criativa durante a crise – especialmente com ações voltadas para o fortalecimento da cultura e economia regionais. Um dos destaques é o programa Som Sem Plugs, aberto até o próximo dia 3 de maio, e que integra os 18 projetos patrocinados pelas duas instituições por meio do edital Transformando Energia em Cultura e da Lei de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo

O projeto acontece em parceria com o Sebrae-RN e visa contribuir para a profissionalização de artistas e músicos do estado. Cinco serão selecionados para apresentações via web, com cachê, consultoria técnica e prêmios exclusivos, além de apoiar outros cinco artistas da região, que também receberão recursos. Renata Chagas, Diretora do Instituto Neoenergia, destaca a importância do papel da arte neste momento especial que passamos. “Estamos construindo juntos uma forma de nos unir, ampliar conhecimentos e possibilitar transformações”, disse.

Outra ação que vem ganhando audiência são as apresentações via web que o Maestro Linus Lerner, regente da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, vem realizando toda última terça-feira do mês, dentro do “Movimento Sinfônico”. Nesta terça (28), os convidados debaterão junto ao regente a importância da obra do maestro pernambucano Duda, além de exibição de vídeos e comentários sobre composições como a Suíte Monette e a Suíte Nordestina.

Fonte: Canal Energia - Henrique Faerman