Navegue Por Aqui

Empresários do setor elétrico pedem redução da carga tributária

Data:

São Paulo – Dez das maiores entidades de classe do setor elétrico acabam de elaborar um documento conjunto com 17 propostas para o segmento. Denominada “Carta do Rio de Janeiro”, a lista de proposições ao Governo Federal traz a necessidade imediata de redução da carga tributária do setor, bem como a aplicação eficiente dos encargos que pesam sobre a tarifa de energia no Brasil.

Produzida durante o 8o Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico (Enase), a “Carta do Rio de Janeiro” quer que a renovação das concessões da área seja feita de maneira a preservar o equilíbrio do segmento e que os eventuais ganhos de recursos sejam alocados na redução das tarifas de transmissão de energia.

A “Carta do Rio de Janeiro” é referendada pelas associações ABCE, ABEEólica, Abiape, Abrace, Abraceel, Abragef, Abragel, Abraget, Anace e Apine. A íntegra do documento pode ser lida abaixo.

Reunidas na cidade do Rio de Janeiro, durante o 8º Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico (Enase), as associações empresariais signatárias apresentam a pauta comum das principais questões que envolvem este fundamental segmento da economia brasileira, que é o setor elétrico.

As associações reconhecem o histórico esforço das diversas autoridades setoriais para manter a eficiência e a qualidade dos serviços. Com a presente “Carta do Rio de Janeiro”, entretanto, querem contribuir para a indicação de temas que consideram fundamentais no encaminhamento das diversas questões políticas, técnicas e econômicas do setor.

A pauta de comum acordo é referendada pelas associações ABCE, ABEEólica, Abiape, Abrace, Abraceel, Abragef, Abragel, Abraget, Anace e Apine, o que confere ampla representatividade ao documento.

Fonte: Jornal da Mídia

Fonte: