Navegue Por Aqui

Fonte solar traz vantagens ao consumidor, mas também exige cautela

Data: 10/12/2019

A energia solar fotovoltaica tem registrado crescimento no Ambiente de Contratação Livre (ACL) nos últimos meses.  O presidente da Associação Nacional dos Consumidores de Energia (ANACE), Carlos Faria, comemorou a competitividade da fonte em sua participação no 2º Workshop: O Futuro da Energia Solar Fotovoltaica no Mercado Livre (ACL), mas destacou alguns cuidados que o consumidor deve ter ao firmar contrato de compra de energia da fonte solar.

Segundo o executivo, há grande interesse dos consumidores no desenvolvimento dessa frente de geração, por conta dos preços competitivos e as vantagens ambientais. No entanto, há necessidade de estar atento à intermitência na hora de firmar o contrato, para não se surpreender com despesas extras no futuro. “É preciso exigir do comercializador a entrega da ‘curva de carga’, de forma que as variações da geração sejam responsabilidade de quem oferece o produto – e não de quem compra”, alerta Faria.

O executivo explica que, se essa medida não for tomada, o comprador poderá ter surpresas no momento da liquidação financeira e acabar tendo que arcar com um custo adicional. Esse e outros aspectos de interesse dos consumidores foram debatidos no painel sobre contratos de compra de energia (PPAs), que contou com a participação de Faria.

O evento, promovido pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) e pela Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (ABRACEEL) reuniu diversos agentes do setor de energia para debater as oportunidades e desafios dessa fonte dentro do mercado livre, em crescente expansão.

 

Fonte: Boletim ANACE