Navegue Por Aqui

“Jabutis” na MP da crise hídrica podem onerar consumidores

Data: 03/11/2021

Nós da ANACE, em conjunto com outras associações do setor de energia, nos posicionamos contra as emendas inseridas na MP 1.055, conhecida como a MP da crise hídrica, cujo objetivo é mitigar a baixa hidrologia e garantir o fornecimento de energia às indústrias e lares brasileiros em meio a pior seca dos últimos 91 anos.

A maioria dessas emendas destoam da proposta original da MP, como as que preveem o fornecimento de subsídios para usinas de carvão e a construção de novos gasodutos para termelétricas. Os acréscimos no texto propõem que essas medidas sejam custeadas pelos consumidores, pressionando ainda mais os valores pagos pela energia elétrica.

Segundo o cálculo realizado pelo Grupo União pela Energia, do qual a ANACE faz parte, se todos os “jabutis” forem aprovados, as despesas podem chegar até R$ 46,5 bilhões. Deste valor, R$ 33 bilhões seriam para financiar apenas os novos gasodutos.

Continuaremos nos posicionando contra os subsídios que oneram a conta dos consumidores.

Fonte:


Próxima Notícia