Navegue Por Aqui

PLD sobe em todos os submercados na terceira semana de maio

Data: 15/05/2018

Preços no Sudeste e Sul subiram 7%, saindo de R$ 305,96/MWh para R$ 326,46/MWh.

O Preço de Liquidação das Diferenças para o período entre 12 e 18 de maio nos submercados Sudeste/Centro-Oeste e Sul subiu 7%, saindo de R$ 305,96/MWh para R$ 326,46/MWh. No Nordeste, o preço passou de 154,51/MWh para 165,95/MWh, enquanto no Norte, o PLD saiu do valor mínimo regulatório de 40,16/MWh, indo para R$ 114,90/MWh. Os dados foram informados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) nesta sexta-feira, 11.

Segundo o órgão, os preços seguem desacoplados, uma vez que os limites de envio de energia do Norte para os demais submercados são atingidos, bem como os de recebimento do Nordeste e do Sudeste.

Em maio, as afluências previstas para o Sistema Interligado Nacional (SIN) estão cerca de 2.000 MW médios mais baixas em termos de energia, redução observado principalmente no Sudeste (1.100 MW médios). A expectativa indica Energias Naturais Afluentes (ENAs) em 78% da média histórica no Sudeste, 48% no Sul, 37% no Nordeste e em 84% da média no Norte.

A previsão de carga para a próxima semana está 100 MW médios inferior à expectativa da última semana com redução apenas no submercado Nordeste. Nos demais submercados, não houve mudanças na carga prevista.

Já os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 2.200 MW médios mais baixos frente à expectativa anterior com queda nos níveis em todos os submercados: Sudeste (-1.200 MWmédios), Sul (-650 MWmédios), Nordeste (-250 MWmédios) e Norte (-100 MWmédios).

O fator de ajuste do Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) previsto para maio foi revisto de 88,7% para 86,5%. A previsão de Encargos de Serviços do Sistema (ESS) para o mês é de R$ 61 milhões, sendo R$ 60 milhões referentes à restrição operativa e o restante referente à segurança energética, exclusivamente no Nordeste.

Em relação à semana anterior, o PLD apresentou aumento de 7% nas regiões Sudeste, Nordeste e Sul. Na região Norte o PLD aumentou mais de 186%.

Fonte: Agência CanalEnergia