Navegue Por Aqui

Consumo caiu 11% durante quarentena

Data: 12/06/2020

O isolamento social adotado como medida sanitária no combate à contaminação pela Covid-19 interrompeu diversas atividades econômicas pelo Brasil, implicando no consumo de energia elétrica 11% menor entre 21 de março e 8 de maio, se comparado com o mesmo intervalo em 2019. O dado foi divulgado pela Câmara de Comercialização de Energia elétrica (CCEE) e é referente a uma média entre o consumo no ambiente de contratação livre e ambiente regulado.

Para os consumidores cativos, a queda no consumo pode representar economia durante a crise – mas medidas de socorro ao setor elétrico terão reflexos, a partir do ano que vem, na conta de luz. Já os consumidores livres, cujo contrato estabelece o pagamento pela energia contratada, muitas vezes com cláusulas de take or pay, a negociação junto aos fornecedores foi recomendada pela ANACE. Já a negociação do parcelamento ou diferimento da demanda contratada (o fio) foi objeto do Decreto nº 10.350/20. Esse foi um pleito defendido incansavelmente pela ANACE e por outras associações junto ao Ministério de Minas e Energia (MME) e à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Agora, caberá à agência a definição de regras específicas, já que a situação é excepcional destacando que os valores a serem negociados não representam inadimplemento, e sim valores em aberto, portanto as condições terão de ser ainda especificadas.

Fonte: Boletim ANACE