Navegue Por Aqui

Leilões de energia estão mantidos por enquanto, diz MME

Data: 17/3/2020

Os três leilões de energia previstos para o primeiro semestre de 2020 estão mantidos por enquanto, segundo o Ministério de Minas e Energia. O MME informou à Agência CanalEnergia que está acompanhando a evolução do Covid-19 e seus impactos sobre o mercado de energia elétrica no Brasil. O ministério pretende divulgar nesta terça-feira, 17 de março, nota sobre as ações já adotadas e medidas previstas para evitar a propagação da nova versão do coronavirus.

Os dois primeiros certames previstos para este ano são os leilões de energia existente A-4 e A-5, marcados para 30 de abril. Eles são destinados à contratação de energia de termelétricas a gás natural e a carvão mineral nacional, para a substituição de contratos de usinas a carvão, a gás, a óleo diesel e a óleo combustível com vencimento a partir de 2023.

O terceiro leilão é o A-4, de energia nova, programado para 28 de maio. O certame pretende contratar energia de empreendimentos de geração de fontes hidrelétrica, eólica, solar e térmica a biomassa.

Segundo semestre

O calendário de contratação inclui ainda o leilão de geração A-6, previsto para 26 de setembro, e pelo menos mais um de transmissão, marcado para 10 de julho. Neste último certame serão licitados seis lotes de instalações nos estados do Amazonas, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e São Paulo. Serão, no total, 685 km de linhas e 3.450 MVA em expansão da capacidade de transformação. Os investimentos previstos somam R$ 2 bilhões. O edital deve ser publicado em junho.

Fonte: Canal Energia - Sueli Montenegro