Navegue Por Aqui

Mesmo com chuvas, governo não planeja acabar com bandeira tarifária extra

Data: 12/01/22

O governo não planeja antecipar o fim da vigência da bandeira tarifária da Escassez Hídrica, que cobra um adicional de R$ 14,20 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidores. A informação foi confirmada ao O Globo pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Criada em agosto do ano passado por conta da pior crise hídrica em mais de 90 anos, a taxa extra vai vigorar até abril, mesmo diante das fortes chuvas registradas em diversas regiões do país no início deste ano.

“Essa bandeira é para pagar o custo da geração de energia excepcional em 2021”, disse o ministro.

A bandeira foi estabelecida pelo governo como forma de cobrir os custos da geração de energia por termelétricas a gás natural, óleo diesel, carvão mineral e biomassa.

Confira o texto completo em: https://minha.exame.com/economia/mesmo-com-chuvas-governo-nao-planeja-acabar-com-bandeira-tarifaria-extra/

Fonte: Exame